3 dicas valiosas para destravar na hora de falar 🗣✈

Com mais de 45 anos de estrada no caminho da educação de idiomas, o Michigan compreende que talvez o passo mais difícil de um estudante para chegar a fluência, seja a prática de conversação

 

Principalmente os mais tímidos, ou como entendemos, perfeccionistas têm receio de falar por não parecer um nativo de fato, mas hoje cada vez mais os traços de sotaque são valorizados. Reunimos aqui, algumas dicas para ajudar a destravar esse processo e te ajudar a alcançar a fluência de forma muito mais leve. 

Não tenha vergonha do sotaque. 🚫

Como mencionamos acima, além do fato de os traços de sotaque estarem sendo mais valorizados, o que realmente importa na conversação é conseguir passar a mensagem e ser entendido. Não tem problema não ter um sotaque nativo, afinal você não é. Basta conseguir expressar o que você precisa e ser entendido. 

Não tenha medo de errar e nem de ser corrigido 🚫

Ser uma pessoa perfeccionista pode limitar você, ao passo que o objetivo é ser muito bom em tudo. Você pode ser muito bom no que quiser, mas até chegar lá, vai e deve errar. Aprender inglês é como andar de bicicleta, se você ficar apenas olhando os colegas andarem, não vai aprender. Você precisa dar o primeiro passo e começar a errar, para que seja corrigido e erre menos e menos, até chegar no nível desejado. Dificilmente se esquece um erro, principalmente quando é corrigido. Quanto aos nativos, muito dificilmente você será corrigido por eles sem que você peça. O que ocorre normalmente é que os mesmos ficam felizes de ver que outros se interessam e se esforçam para aprender a língua deles, então é mais comum que eles valorizem e não corrijam

Aproveite as oportunidades para praticar ⭕

Praticar sempre que puder é a nossa dica de ouro. A maioria dos alunos entendem que dentro da sala de aula é o lugar para tentar, errar, ser corrigido e acertar, e é mesmo, mas buscar outros momentos fora da escola para essa aprendizagem também é muito importante. Aprender inglês é um trabalho que se faz a quatro, seis ou oito mãos. Faça uma conta simples: 3 horas por semana de aula no Michigan, (3×4) x 9 meses, contando com as férias. Ao final de um ano de estudos, se você tem contato com o idioma apenas na escola, você estudou 108 horas, que são 4 dias e 12 horas. Isso não parece o bastante, né? Por isso, busque a conversação fora da escola também. 

 

Se você gostou dessas dicas e quer acompanhar outros conteúdos também, não esqueça de nos seguir nas redes sociais pelos botões no canto superior direito. 🙂 

Veja também

Fique por dentro das nossas notícias

Os melhores episódios de Friends para comemorar o aniversário da série e pratica...

Em setembro a sitcom Friends comemora 26 anos de existência e mesmo...

Dia da Pizza – Tradições, vocabulário e inspirações....

Essa leitura vai especialmente para os amantes de pizza (todo mundo?) que...

O Fantasma de Buenos Aires...

E para fazer jus a nossa recente tradição de filmes aos finais...

Olá! Clique aqui e fale com um de nossos representantes via WhatsApp

Atendimento via WhatsApp