7 dicas de como se destacar em meio a tantos perfis profissionais no LinkedIn

Presente no mercado desde dezembro de 2002, o LinkedIn é uma rede social diferenciada de outras plataformas, seu foco é manter relações corporativas, voltadas para contatos profissionais.

Sua principal função é conectar recrutadores de diversas empresas – nacionais e internacionais – de pequeno a grande porte – com funcionários em potencial, o que atrais todo ano diversos jovens em busca de recolocação no mercado, ou a procura de novos desafios.

Porém por se tratar de uma rede social de Networking com mais de 690 milhões de usuários cadastrados, algumas dicas precisam ser levadas em consideração para seu perfil não ficar perdido, afinal, estamos falando sobre uma rede social corporativa.

Acompanhe as dicas a seguir e aumente as buscas no perfil.

  1. Escolha a melhor foto para seu perfil

Perfis com foto recebem 21 vezes mais visualizações e 36 vezes mais mensagens, além disso, na era das redes sociais, os recrutadores querem ver um rosto, colocar a foto gera identificação e torna a comunicação mais pessoal.

No entanto, esqueça fotos feitas na viagem dos sonhos ou de balada, a foto precisa ser o mais profissional possível, com boa resolução e produção elaborada.

Você pode usar elementos do seu trabalho para fazer a foto – um Chef de Cozinha – por exemplo – pode fazer uma foto com a mão na massa.

  1. Invista em resumo do perfil

O resumo do perfil pode ser considerado um mini-currículo, ou seja, uma grande oportunidade de dizer mais sobre você, suas habilidades e experiências de forma simples. Sem contar, que esta ferramenta otimiza seu perfil e aumenta seu ranking para ser encontrado nos mecanismos de busca.

Por outro lado, não se esqueça de utilizar palavras-chave, são elas que de fato vão otimizar seu perfil, colocando em evidência quais são as principais áreas de conhecimentos e qualidades.

  1. Não se esqueça de manter o cargo atualizado

Além de uma boa foto, para os mecanismos de buscas do LinkedIn o cargo é a tag mais importante, é por ela que um recrutador de fato chegará ao seu perfil e terá interesse nas suas qualidades.

Defina muito bem sua profissão para incluir o cargo no perfil, você não precisa necessariamente colocar o cargo como descrito na carteira de trabalho, o importante é definir a função que exerce de maneira clara.

Você pode também usar uma frase que defina sua personalidade como “apaixonado por inovação”.

Se você está desempregado, utilize o termo exato do cargo que busca recolocação para inserir no perfil, afinal um recrutador não irá buscar pelo termo “disponível no mercado” ou “desempregado” e sim pelas habilidades e qualidades.

O mesmo vale para estudantes, use a palavra estudante mesmo, pois os recrutadores estão buscando por esse perfil através da palavra-chave.

  1. Saber falar inglês

Uma das principais habilidades exigidas pelas atuais empresas, sobretudo as multinacionais, é saber se comunicar em inglês, já que este é o idioma considerado universal que conecta as pessoas de diferentes nacionalidades. No LinkedIn, também é um filtro de pesquisa para recrutadores encontrarem os candidatos aptos às posições disponíveis.

Em alguns casos, o nível avançado é necessário e buscado pelos recrutadores, portanto é importante ter em mente que a necessidade de continuar se capacitando na língua inglesa é fundamental, mesmo quando já se atingiu um nível que julgue suficiente. Lembre-se da premissa, continue estudante, sempre há novas habilidades para se aprender ou aperfeiçoar.

  1. Perfil em mais de um idioma

Se você busca oportunidades em multinacionais ou fora do país é importante que seu perfil esteja em um segundo e até terceiro idioma. Geralmente o inglês é o segundo idioma mais usado, reforçando a importância do item anterior.

O LinkedIn oferece a possibilidade de ter perfis em línguas diferentes dentro da mesma URL. Para isso, clique na seta ao lado do botão “Ver perfil como” e selecione a opção “Criar perfil em outro idioma”. O site irá automaticamente espelhar as informações atuais, porém é necessário que você traduza as informações.

  1. Faça artigos no LinkedIn

A ideia é transformar seu perfil em um blog, o que acha de testar seus talentos criando artigos de relevância?

A principal regra é que os artigos sejam bem escritos, tendo cuidado com erros de português, gramática e coerência. Criar artigos gera conexão e podem se tornar conhecidos entre suas conexões.

Não se esqueça, é uma rede profissional, selecione muito bem o que pretende abordar.

  1. Faça networking e conecte-se com empresas grandes

“Quem não é visto, não é lembrado”. Essa expressão tem tudo a ver com o LinkedIn, pois no mundo corporativo, ninguém terá conhecimento das suas habilidades e interesses, se você ficar escondido e não fazer contatos. O networking é fundamental no mercado de trabalho, por isso, faça contatos, exponha seus desejos, saiba se relacionar com as pessoas e lembre-se que todos têm algo a agregar ao seu conhecimento.

Além de se conectar com pessoas, o LinkedIn dá a possibilidade de seus usuários se conectarem também com empresas dos mais diversos ramos e portes. Essa é uma boa ferramenta para estar mais próximo das marcas que deseja trabalhar, conhecendo mais sobre ela por meio das postagens, interagindo nos momentos oportunos e ficando ligado nas oportunidades de emprego que aparecerem.

Agora que conhece as sete principais dicas para otimizar as buscas em seu perfil no LinkedIn, vamos fazer a lição de casa?

Veja também

Fique por dentro das nossas notícias

5 pontos turísticos que você não pode deixar de conhecer em Michigan...

Michigan é conhecido como o estado dos Grandes Lagos e faz fronteira...

A vaga é perfeita para você, mas o inglês é pré-requisito. E agora?...

Você está buscando recolocação profissional, faz sua lista de empresas que amaria...

Seja um jovem a frente de seu tempo, faça sua certificação TOEFL Jr! ?...

Se você é um jovem que deseja mais, assista ao vídeo abaixo. ?

Olá! Clique aqui e fale com um de nossos representantes via WhatsApp

Atendimento via WhatsApp