Os 4 melhores países para fazer intercâmbio

Fazer um intercâmbio é uma experiência incrível, além de proporcionar o aprendizado de uma segunda e até uma terceira língua, também é possível sair da zona de conforto, conhecer novas culturas e costumes e aprender a se virar. Porém é preciso levar em consideração qual país escolher, a seleção deve ser feita baseada na língua desejada, no clima e se pretende estudar ou estudar e trabalhar, afinal cada país oferece uma experiência diferente e têm regras a serem seguidas, como reserva de emergência por exemplo.

O Michigan fez uma seleção de alguns dos melhores países que você pode escolher para fazer intercâmbio, aqui levamos em consideração, os destinos mais procurados, com experiências inacreditáveis e também com os melhores
valores para brasileiros.

1. Intercâmbio em Malta

Provavelmente você deve até achar estranho Malta estar no topo da lista, afinal o país é uma ilha, e seu destino é mais procurado por turistas. Engano seu, Malta é um ótimo destino para escolher como intercâmbio, primeiro por ser o destino mais barato de todos que vamos colocar nesta lista e segundo por ser um dos poucos países da lista a oferecer a oportunidade de trabalhar. Se decidir fechar um intercâmbio em Malta, você estuda primeiramente um
período de 12 semanas e após isso poderá estender o curso por até 36 semanas solicitando a mudança do status de turista para estudante. A partir do 91º dia de estadia no país e com visto de estudante em mãos, poderá solicitar a permissão de estudar e trabalhar em Malta. Você poderá trabalhar no país por um período de até 20h por semana e é obrigatório estar matriculado e frequentando curso de inglês. Além disso será seduzido por uma mistura de cultura preservada ao longo de gerações. A história do país é rica e há registros de civilizações de aproximadamente sete mil anos. A culinária maltesa é uma mistura de sabores do Oriente Médio com a cozinha mediterrânea.

Por se tratar de um arquipélago, o clima é bem parecido com o Brasil, porém nunca passa de 30 graus no verão e faz sol pelo menos 300 dias do ano. No verão o dia dura em média 12h, o que dá para aproveitar muito o tempo livre no
país. E por fim, irá encontrar em Malta paisagens paradisíacas, praias de águas cristalinas, as construções mais antigas da história da humanidade, muito calor humano e muitos bares e baladas para aproveitar a noite. Irresistível não acha?

2. Intercâmbio na Irlanda

Claro que na seleção do Michingan, Irlanda estaria em segundo lugar, previsível, não é? A escolha é óbvia, segundo país que também permite trabalhar algumas horas por dia. Dublin – a capital – é o destino mais escolhido pelos Brasileiros, além de ser um destino para quem gosta de um clima mais frio, é também um destino que possui diversas facilidades para estudar e trabalhar. Caso escolha o programa de intercâmbio de até 90 dias, não há necessidade de tirar visto e pode estudar tranquilamente com a permissão de turista. Só não esqueça de levar na mala de mão o documento que confirme a matricula para apresentar na imigração. Fácil e tranquilo não acha?

Agora se tem a intenção de prolongar a estadia e além de tudo trabalhar, obrigatoriamente estudantes na Irlanda têm permissão de trabalhar por 20h semanais durante os dias letivos e 40h semanais durante as férias, desde que
matriculados em um curso com no mínimo 25 semanas de duração. Ah não podia esquecer de citar a melhor parte em fazer um intercâmbio para a Irlanda. Além das facilidades para estudar e trabalhar, você vai encontrar muitos campos, castelos, pubs antigos (vida noturna uhuu). Irlanda é a terra dos leprechauns, vikings, celtas, trevos e fadas, além de muito hospitalidade. Já ia me esquecendo, Irlanda também deu origem ao Halloween (inserir o hiperlink da matéria de halloween) como é comemorado nos Estados Unidos hoje. Quanta coisa boa e legal tem esse país.

3. Intercâmbio na Nova Zelândia

O país dos esportes radicais, você vai encontrar os maiores e mais famosos Bungy Junp do mundo. Nova Zelândia é conhecida por sua hospitalidade, muitas montanhas nevadas na cidade de Queenstown e o mais legal, poder andar do jeito que der na telha. Pois é, lá ninguém se preocupa se a roupa está passada (acredite é verdade), se você está de chinelo, pijama ou descalço. São muito desligados com esse tipo de coisa e querem mesmo é aproveitar cada segundo. Terra dos Maoris, vai encontrar muita tradição, música e comida típica. Auckland a capital foi reconhecida como uma das dez 10 com melhor qualidade de vida do mundo, além de ser um dos principais centros urbanos do país e capital financeira.

Caso queira estudar na Nova Zelândia por mais de 90 dias é obrigatório tirar visto de estudante. Se deseja aliar trabalho ao estudo, pode solicitar Permissão de Trabalho, desde que esteja matriculado em uma das escolas reconhecidas pela New Zealand Qualifications Authority. Porém é precisa estudar por um período superior a seis meses.

4. Intercâmbio na Austrália

Austrália e Nova Zelândia estão no mesmo continente e dividem o litoral, porém são muito diferentes em si, principalmente nas regras para entrar no país. O destino é muito escolhido pelos brasileiros, porém é um dos mais caros da lista, e mesmo que vá como turista é obrigatório tirar visto que pode ter duração de até um ano. Estudante também é obrigatório tirar visto e a validade pode variar de acordo com o curso escolhido. Para trabalhar também é obrigatório tirar visto, geralmente quem possui visto de estudante ter permissão para trabalhar até 20h por semana, dependendo do tipo de curso que irá realizar na Austrália.

País dos coalas e cangurus, que divide litorais magníficos com interior de deserto e muita seca. Contraste entre muita paisagem, florestas com cidades modernas e cosmopolitas. Austrália é um ótimo destino para conhecer coisas novas e diferentes e aliar, estudo trabalho e muita diversão. Apesar de ser um dos países mais caros para se fazer um intercâmbio, a experiência e paisagem compensa qualquer custo envolvido. Por isso é importante ter a reserva de emergência (link do artigo sobre reserva de emergência) para não passar apertado. Não esquecemos de Estados Unidos e Canadá, porém para falar deles é preciso dedicar um artigo para cada um. Afinal são os dois destinos mais
procurados pelos brasileiros e cada um tem particularidades muito especiais.

 

Gostou deste artigo? Já pensou em um desses países para realizar um intercâmbio? Deixe nos comentários. Se ainda tem dúvida, entre em contato com o Michigan que te ajudamos a escolher o melhor destino.

Veja também

Fique por dentro das nossas notícias

Michigan Idiomas lança skill para Alexa com foco no ensino de inglês...

Desenvolvida pelo Michigan Idiomas, em parceria com a EdTech Voxall, a funcionalidade...

Como fazer a diferença na empresa...

Todo mundo conhece a sensação de querer fazer a diferença na empresa...

Investimento x Retorno em idiomas...

Às vezes nos pegamos pensando sobre o custo x benefício de determinado...

Olá! Clique aqui e fale com um de nossos representantes via WhatsApp

Atendimento via WhatsApp